Cavernas de Terra Ronca: Elas são Espetaculares e ficam aqui no Brasil!

0

Você já ouviu falar sobre o Parque Estadual de Terra Ronca? Situado no extremo nordeste de Goiás, nas cidades de São Domingos e Guarani de Goiás, o parque abriga mais de 200 grutas e cavernas — e reúne o maior número dessas estruturas na América do Sul. Entre elas está a espetacular Lapa Terra Ronca, considerada uma das maiores do Brasil, com uma entrada que mede 96 metros de altura e 120 metros de largura. Veja a seguir:

A Lapa Terra Ronca é uma caverna de rochas dolomíticas — um tipo sedimentar — e calcário que recebeu esse nome por conta do “ronco” produzido pelo rio Lapa que corre em seu interior. Devido a um colapso sofrido há milhares de anos, a caverna ficou dividida em duas áreas, Terra Ronca I e II, ambas impressionantes e abertas ao público. Confira:

No interior dessas duas cavernas, os visitantes se deparam com imensas estalactites e estalagmites, assim como com colunas gigantes, delicadas flores de cálcio, pérolas de calcário, travertinos e outros afloramentos rochosos. Veja só as colunas:

Mas as grutas Terra Ronca I e II não são as únicas estruturas impressionantes que existem no parque: próximo dali se encontra um complexo formado por três cavernas que passam de 4 quilômetros de extensão chamado São Bernardo.

Outra maravilha que existe no parque, chamado Salão dos Travertinos Gigantes na Lapa do São Mateus II. Mundo subterrâneo

Outra conhecida como Salão da Floresta Branca na Lapa do Bezerra

Na verdade, segundo Eduardo Vessoni, do site Viagem em Pauta, a região onde o Parque Estadual de Terra Ronca se encontra tem mais de 600 milhões de anos e, conforme um guia local explicou a ele, as denominações gruta, caverna e lapa têm o mesmo significado.

De acordo com Eduardo, o parque possui área de aproximadamente 57 mil hectares e são tantas as cavernas, que nem todas foram exploradas ainda. Para você ter uma ideia, uma delas, a Lapa de São Vicente — com mais de 13,5 quilômetros de extensão —, está sendo mapeada desde meados dos anos 70! Nessa caverna, aliás, é possível encontrar 12 cachoeiras e um paredão com 40 metros de altura, onde dá para fazer rapel.

E olha outra imagem da Lapa de São Bernardo III, mostrando o Salão do Encontro. Não parece uma paisagem de outro mundo?