Closterkeller é uma banda polonesa de Gothic Rock de Varsóvia . Foi formada em 1988 por Przemysław Guryń, Jacek Skirucha e o vocalista Anja Orthodox.

Apesar de muitas mudanças na formação da banda, ela criou um som característico. Orthodox é o único membro da formação original, realizando-se continuamente por mais de 25 anos.

A banda é chamada de um dos precursores do Gothic Rock Atmosférico na Polônia, eles também estão sob a influência de estilos de música como Cold Wave e frias ou mesmo Heavy Metal .

Muitos outros grupos como Delight, Moonlight ou Artrosis disseram que tiraram suas inspirações da Closterkeller.

A Closterkeller ganhou vida em janeiro de 1988, fundada por Przemysław Guryn (teclados), Jacek Skirucha (guitarra), Tomasz Grochowalski (baixo) e Anja Orthodox (vocais). Logo se juntaram a Piotr “Peterek” Bieńkowski na bateria, conhecido das bandas Madame e Maanam. Foi quando a Closterkeller ganhou seu primeiro festival, Ochota ’88 e realizou seu primeiro trabalho Cold Wave, fortemente frio e Gothic Rock – álbum de estúdio influenciado, Purple.

Em 1989, Closterkeller já ganhava muita atenção e ganhou popularidade ao ganhar os maiores festivais de Rock Polacos: “Mokotowska Jesień”, “Rock Pokoju” em Hala Gwardii em Varsóvia, “Rock Pod Chełmcem”, “Odjazdy” e “Jarocin ” o mais prestigiado festival Polaco nos anos 80 e 90.

Pouco depois (1990) veio o lançamento de Purple, sendo um dos primeiros álbuns na Polônia vendidos em forma de CD. Grande sucesso da banda causou tensão dentro do grupo que resultou em várias mudanças na banda. Piotr “Posejdon” Pawłowski (de Mech, Virgin, DADA, Zgoda, Swat e mais) tornou-se o novo baterista, e Michał Rollinger (Wilki, Detonador BN, Tubylcy Betonu) substituiu Przemysław Guryn com o novo tecladista.

A Nova formação da Closterkeller começou a trabalhar em seu próximo álbum. Apesar da necessidade de refazer a gravação e fazer mudanças nos arranjos, em 1992 saiu Blue, segundo LP da banda, sob o rótulo SPV Poland. No entanto, devido ao erro do rótulo, o CD Blue saiu apenas em versão em inglês, com o polonês sendo lançado exclusivamente em cassetes.

Após o lançamento, houve duas novas alterações ao line-up. Krzysztof Najman (Charon, Blitzkrieg, Jezabel Jazz, Virgin, Mech) tornou-se o novo baixista e Jacek Skirucha foi substituído por Paweł Pieczyński na guitarra. 1993 foi a data de nascimento de “Agnieszka” seu minialbum – compilação de versões polonesas de Blue ao lado de novas composições. O videoclipe da canção-título “Agnieszka”, escrito por Anja Orthodox, foi premiado com o 1º lugar no “Festiwal Polskich Wideoklipów” em Sopot. Anja e Krzysztof Najman se casaram no mesmo ano.

O terceiro LP de Closterkeller, Violet, saiu no ano que vem, em 1994, sob o rótulo PolyGram Polska.

1995 trouxe a estréia de Scarlet, o álbum mais pesado da banda até agora. Scarlet recebeu um álbum de Ouro com mais de 100 mil cópias vendidas. Após o lançamento houve novamente uma ligeira mudança na formação com Tomasz “Mechu” Wojciechowski substituindo Michał Rollinger como o novo tecladista.

Cyan foi lançado em abril de 1996, sendo bastante diferente estilisticamente de lançamentos anteriores, devido a algumas influências da música eletrônica. A canção “Władza” deste LP é, tornou-se um sucesso a nível nacional e ainda é considerada a mais renomada canção de Closterkeller. Cyan foi também o primeiro álbum na Polónia que incluiu conteúdo multimédia adicional – vídeos de música, entrevistas, bios, etc.

Em 1997 Closterkeller gravou Koncert ’97, o lançamento incluindo performances ao vivo de Rzeszów e Lublin. Michał Rollinger retornou como o tecladista, e Pawłowski foi substituído na bateria por Gerard Klawe (Rezerwat, Hedone). Em 1998, a banda participou do festival Castle Party em Bolków, o maior festival de rock gótico da Europa Oriental e participou da celebração do seu 10º aniversário. Desde então, Closterkeller tem sido um dos headliners de Castle Party cada ano. Naquele tempo a banda também trabalhou em seu sexto LP Graphite, que saiu em 26 de abril de 1999 sob Metal Mind Productions.

1999 e 2000 trouxeram várias mudanças ao line-up: Krzysztof Najman foi substituído por Peter Guellard, depois Andrzej Kaczyński e finalmente por Marcin “Pucek” Płuciennik no baixo, e Marcin Mentel tornou-se o novo guitarrista. Metal Mind lançou versões remasterizadas de todos os seis álbuns de estúdio, e Fin de Siècle recém-gravado descartado. Mais tarde, em 2000, saiu Pastel, a primeira compilação de grandes sucessos de Closterkeller.

Em 2002 Closterkeller participou de dois grandes festivais de Gothic Rock – Dark Nation Day e Gothic Night em Viena e Budapeste, respectivamente. Em 10 de fevereiro, ortodoxos gravaram versões em inglês de músicas da grafite. Em 2003 Closterkeller lançou seu primeiro álbum de DVD ao vivo chamado Act III – live 2003. Em julho, a banda tocou no festival Wave Gotik Treffen em Lipsk, na Alemanha.

Em setembro de 2003 Closterkeller lançou seu sétimo álbum de estúdio Nero, sob Metal Mind Records, em duas formas: uma Jewel Box e um Digipack. A liberação foi promovida em sua Tour do outono e no festival das Dark Stars. 2005 trouxe a versão inglesa de Nero, misturado mais uma vez, com tradução por Krystian Aparta.

Em 2003 e 2004 Closterkeller encabeçou duas edições da maior turnê do Metal Festival na Polônia, Dark Stars Festival organizado pela Metal Mind. Em outubro de 2004, o segundo minialbum Reghina foi lançado. Em 2005 o grupo iniciou sua própria turnê anual Abracadabra Gothic Tour. A turnê acontece em outubro de cada ano e consiste em mais de 20 concertos em todas as maiores cidades da Polônia.

2006 trouxe mais mudanças a Banda. Krzysztof Najman retornou como baixista da banda, Mariusz Kumala (Psychotropic Transcendental, Brain Story) tornou-se o novo guitarrista, e Janusz Jastrzębowski (Carnal, Neolítico, Space Avenue) sentou atrás da bateria.

Novembro de 2008 gravaram outro DVD ao vivo Act IV apresentando o desempenho da banda no Przystanek Woodstock 2008. Em 2009 Closterkeller assinou um contrato novamente com a Universal Music Polska e gravou outro álbum de estúdio, Aurum, que saiu em outubro de 2009 e foi promovido Durante Abracadabra 2009.

Em julho de 2011, Closterkeller gravou outro álbum de estúdio que foi lançado em setembro desse ano sob o título de Bordeaux. Em 2013 Janusz Jastrzębowski foi substituído por Robert Kubajek na bateria. Mais tarde naquele ano, Mariusz Kumala (guitarra) e Krzysztof Najman (baixo) foram substituídos respectivamente por Zuzanna “ZuZa” Jaśkowiak (MAHEENA) e Aleksander “Olo” Gruszka.

Nos anos 2014-2015 a banda sofreu numerosas turbulências na formação. Em janeiro de 2014 a nova formação de Closterkeller tocou ao lado de Fields of Nephilim em Cracóvia e Varsóvia. No final do ano, Robert Kubajek foi substituído na bateria por Adam Najman (Poligon # 4, Venflon), o filho de Anja Orthodox e Krzysztof Najman. Mariusz Kumala voltou à banda como guitarrista por um ano, e depois foi substituído em 2016 por Michał Jarominek.

Formação até 2016

Anja Ortodoxa – vocais, teclados (desde 1988)
Michał “Rollo” Rollinger – teclados (desde 1990)
Adam “Najman” Najman – bateria (desde 2014)
Aleksander “Olek” Gruszka – baixo (desde 2014)
Michał Jarominek – guitarras (desde 2016)

Redes Sociais