FECHAR

Opeth


Opeth é uma banda sueca de Metal progressivo de Estocolmo. Enquanto a banda passava por várias mudanças de formação, o vocalista, guitarrista e compositor, Mikael Åkerfeldt, manteve-se dirigindo a força do Opeth desde que entrou para o grupo imediatamente após a sua criação em 1990.

Enquanto seu estilo é enraizado no death metal escandinavo, Opeth tem consistentemente incorporado influências de folk, jazz e blues dentro de suas composições geralmente longas. Muitas composições incluem interlúdios de violão e fortes dinâmicas, bem como ambos vocais gutural e limpo. Ainda que eles raramente fizessem turnês em apoio dos seus quatro primeiros álbuns, o Opeth realizou sua primeira turnê mundial após o lançamento de Blackwater Park (2001).

A banda lançou seu álbum de estreia, Orchid, em 1995. Embora seu oitavo álbum de estúdio, Ghost Reveries (2005), fosse bastante popular nos Estados Unidos, o Opeth não experimentou o sucesso comercial americano até o lançamento de seu nono álbum de estúdio, Watershed (2008), que chegou ao vigésimo-terceiro lugar no top 200 da revista Billboard, e liderou as paradas de álbuns da Finlândia na sua primeira semana de lançamento.

O Opeth foi formado como uma banda de death metal no outono de 1990 em Estocolmo, Suécia, pelo vocalista David Isberg. Isberg convidou o ex-membro da banda Eruption, Mikael Åkerfeldt, para reunir-se à banda em sessões de música como baixista, mas não avisou os outros membros, inclusive o então baixista da banda. Como resultado, todos os membros da banda saíram exceto por Isberg, e Åkerfeldt logo oficializou o convite após o fim de sua banda. O nome da banda foi derivado da palavra “Opet”, pega do livro de Wilbur Smith, The Sunbird. No livro, Opet é o nome de uma fictícia cidade fenícia na África do Sul, cujo nome é traduzido como “Cidade da Lua” no livro; o nome pode ser uma referência ao Opet Festival ou a deusa egípcia Taweret, também conhecida como Opet.

Com Åkerfeldt na guitarra e David Isberg no vocal, o Opeth ainda estava precisando de outros membros. Para isso reuniram o antigo baterista do Eruption e amigo de Åkerfeldt, Anders Nordin, além de Nick Döring no baixo. Andreas Dimeo foi recrutado posteriormente como segundo guitarrista. Insatisfeito com o lento progresso do Opeth, Döring e Dimeo saíram da banda após sua primeira apresentação, e foram substituídos pelo guitarrista Kim Pettersson e pelo baixista Johan DeFarfalla. Depois do show seguinte, DeFarfalla deixou o Opeth para passar um tempo com sua namorada na Alemanha, e foi substituído pelo amigo de Åkerfeldt, o baixista Peter Lindgren. O guitarrista solo, Pettersson, saiu depois da próxima apresentação da banda e Lindgren trocou para a guitarra. Por causa de diferenças criativas e com isso ter perdido o interesse na banda, Isberg saiu em 1992.

Com três membros na banda, Åkerfeldt assumiu o vocal e o trio passou o próximo ano compondo e ensaiando o novo material. O grupo começou a depender menos da metranca e da agressão típica do death metal, e incorporou violões e harmonias de guitarras dentro de sua música; desenvolveram o núcleo do som do Opeth. Stefan Guteklint entrou para o baixo em 1993, mas foi demitido pela banda depois de assinar seu primeiro contrato de gravação com a Candlelight em 1994. A banda inicialmente empregou o ex-membro DeFarfalla como um baixista das sessões de gravação, e ele passou a juntar-se numa base de tempo integral após o lançamento do álbum de estreia do Opeth em 1995.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Rádio Pra Quem Tem Atitude!
Scroll Up