Hard Rock

0

Hard Rock é um estilo musical, subgênero do rock que tem suas raízes do Rock de Garagem e Psicodélico do meio da década de 1960, que se caracteriza por ser consideravelmente mais pesado do que a música Rock Convencional, e marcada pelo uso de distorção, uma seção rítmica proeminente, arranjos simples e um som potente, com riffs de guitarra pesada e solos complexos. A formação típica era constituída por bateria, baixo, guitarra, e algumas vezes, um piano ou teclado, além de um vocalista que muitas vezes se utilizava de vocais agudos e roucos. Nos finais dos anos 60, os termos Hard Rock e Heavy Metal eram praticamente usados como sinônimos, mas o último gradualmente começou a descrever um estilo de música tocado ainda com mais volume e intensidade.

Há ainda outra diferença chave, entre ambos sub-gêneros: Enquanto o Hard Rock manteve sua identidade Blues e algum Swing na batida, as melodias do Metal são frequentemente ditadas por riffs agressivos de guitarra, desprovidos de swing.

O Hard Rock surgiu nos anos 60, esse termo começou a ser usado para descrever bandas que tinham um som potente, em oposição ao soft rock que é geralmente mais amigável às rádios e orientado ao pop.

Foi muito influenciado pelo blues; a escala usada mais frequentemente no gênero é a pentatônica, uma escala típica do blues. Ao contrário do Rock and Roll tradicional, que tinha elementos do Blues “antigo”, o Hard Rock incorpora elementos do “Blues Britânico”, um estilo de Blues tocado com instrumentos mais modernos. Uma característica que separava, no entanto, as formas tradicionais do Blues do Hard Rock é que este raramente se restringia aos acordes I, IV e V que predominavam no Blues de doze ou dezesseis compassos, e incluía em seu lugar outros acordes, normalmente maiores, com raízes em tonalidades da escala menor.

O termo Hard Rock é usado atualmente para definir aquelas bandas de Rock que tinham ou têm um som muito pesado e veloz para serem identificadas simplesmente como Rock and Roll, mas que também não têm ou não tinham um som tão pesado assim para serem identificadas como Heavy Metal. O termo é associado erroneamente a diversos estilos do Rock, ou até mesmo do Heavy Metal, que têm como aspecto comum apenas estarem igualmente distantes do Pop Rock – embora esta associação não seja correta. Alguns exemplos disto são o Punk Rock, que usa tempos mais rápidos, menos melodia, menos riffs e letras mais agressivas do que o Hard Rock, e o Grunge.

Uma das principais influências do Hard Rock é o Blues, especialmente o Blues Britânico. Bandas de Rock Britânicas, como o Cream, Rolling Stones, The Yardbirds, The Who e The Kinks modificaram o Rock and Roll, adicionando sons mais duros, riffs de guitarra mais pesados, uma bateria bombástica e vocais mais altos. Este som criou a base do Hard Rock. As primeiras formas do estilo podem ser ouvidas nas canções “You Really Got Me”, do Kinks, “Shapes of Things”, do Yardbirds, “My Generation” do The Who e “(I Can’t Get No) Satisfaction” dos Rolling Stones

Nesse mesmo tempo, nos Estados Unidos, o guitarrista Jimi Hendrix produzia uma forma de Rock Psicodélico, influenciado pelo Blues, que combinava elementos do Jazz para criar um gênero único. Foi um dos primeiros guitarristas a experimentar como novos efeitos de guitarra, como phaser, microfonia e distorção, juntamente com Dave Davies, do Kinks, Pete Townshed do The Who, Eric Clapton, do Cream, e Jeff Beck, do Yardbirds.

Hard Rock veio à tona com Bandas Britânicas do fim da década de 1960, como o Led Zeppelin, que misturava a música das primeiras Bandas de Rock do país com uma forma mais intensa de Blues Rock e Acid Rock. O Deep Purple ajudou a inovar no gênero, com os seus álbuns Shades of Deep Purple (1968), The Book of Taliesyn (1968) e Deep Purple (1969), porém só se destacaram com seu quarto álbum (marcadamente mais pesado), In Rock (1970). Led Zeppelin (1969), o primeiro álbum da banda homônima, e Live at Leeds (1970), do The Who, são exemplos da música deste início do Hard Rock. As origens do Blues estão clara nestes álbuns, e algumas canções de artistas conhecidos do blues foram adaptadas ou mesmo interpretadas neles.