O Plastique Noir é uma banda pós-punk gótica formada no fim de 2005/início de 2006 em Fortaleza-CE-Brasil, cuja formação atual conta com Airton S (voz e eletrônicos), Danyel Fernandes (guitarras e synths) e Deivyson Teixeira (baixo). Rapidamente ganhou projeção dentro de sua cidade, onde virou atração habitual em suas principais casas e festivais, e também fora dela, tendo sido convidada, já em seus primeiros meses, para a abertura da tour nacional da banda The Cruxshadows (EUA) e excursões pelo Nordeste e Centro-Oeste.

Ainda naquele ano de estréia, a banda lançou dois trabalhos: o CD-R demo “Offering” (item bastante raro) e o EP “Urban Requiems” (hoje distribuído pelo selo alemão AF Music). Este EP ganhou elogiosas resenhas em prestigiados veículos de seu gênero, como a revista portuguesa Elegy Iberica e o site do crítico e pesquisador inglês Mick Mercer, referência mundial no universo gótico.

Em 2007, o Plastique Noir recebe seu primeiro convite para um festival internacional (Wave Gotik Treffen, em Leipzig-Alemanha) e dá início à produção do seu primeiro álbum oficial, intitulado “Dead Pop” (Pisces Records-SP), que é lançado no ano seguinte. Durante as gravações, seu tecladista Max Bernardo (falecido em 2010) deixa a banda por motivos pessoais, mas a banda prosseguiu com suas atividades em trio, dando início a um amplo giro por quase todas as regiões do Brasil (capitais e interior). Apesar de fragmentada, esta tour pôs a banda constantemente na estrada e durou quase três anos, tendo passado por festivais renomados como Abril Pro Rock (Recife-PE), Virada Cultural (São Paulo-SP), Woodgothic (São Thomé das Letras-MG), Wave Summer Festival (São Paulo-SP), Feira da Música (Fortaleza-CE), Bananada (Goiânia-GO), Quebramar (Macapá-AP), Calango (Cuiabá-MT) e DoSol (Natal-RN).

Em 2010, a banda abriu a única data do Frozen Autumn (Itália) no Brasil e, no fim daquele ano, deu início à produção de seu segundo álbum, intitulado “Affects”, com lançamento em 2011 pela Wave Records (SP) e distribuição internacional.

Em julho de 2012, o guitarrista Márcio Mäzela deixa a banda por divergências profissionais. Em setembro do mesmo ano, Deivyson Teixeira torna-se o novo baixista (fazendo com que Danyel assuma as guitarras, seu instrumento de origem) e prosseguem cumprindo sua agenda de shows. Em 2014 dão início à produção de seu terceiro álbum, intitulado “24 Hours Awake”, com lançamento em fevereiro de 2015 durante o Wave Summer Festival, maior festival gótico da América da Sul do qual foi um dos headlines ao lado de grandes nomes europeus como Das Ich, novamente pela Wave Records.

No momento, o Plastique Noir está preparando o primeiro DVD da carreira, com lançamento previsto para esse ano de 2017.

Redes Sociais